F1: O dia que Ayrton Senna despertou a ira de Keke Rosberg

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 Pin It Share 0 Filament.io Made with Flare More Info'> 0 Flares ×

F1_senna_Rosberg

Ayrton Senna sempre incomodou os grandes nomes da F1 desde sua estréia na categoria em 1984. No ano seguinte, em sua primeira temporada por uma equipe competitiva, frequentemente andava com sua Lotus entre os primeiros colocados. No Grande Prêmio da Europa de 1985 não foi diferente.

Disputada em Brands Hatch, a prova tinha Senna na liderança, com o finlandês Keke Rosberg em 2º com uma Williams e Nelson Piquet em 3º com a Brabham. Na 7ª volta, Rosberg colocou o carro ao lado da Lotus do brasileiro e tentou assumir a liderança, mas Senna fechou a porta e o finlandês acabou rodando na tentativa de evitar o contato. Sem tempo para reação, Piquet acertou a traseira da Williams e ficou de fora da prova, enquanto Rosberg conseguiria proseguir até os boxes para trocar um pneu furado no acidente.

Na volta dos pits, Rosberg estava a frente do líder Senna. O finlandês tinha a oportunidade de dar o troco no brasileiro que tinha acabado de destruir sua corrida, e não a desperdiçou. Bloqueou o adversário nas duas curvas seguintes, permitindo a aproximação e a ultrapassagem de Mansell sobre Senna. De quebra, Keke facilitou que o inglês lhe colocasse uma volta e seguiu a bloquear Senna, permitndo que o inglês, e seu companheiro de equipe na Williams, abrisse vantagem na liderança.

Apesar de bloquear Senna propositalmente, Rosberg andava lento por sair com pneus novos e frios dos boxes. Assim que seus pneumáticos atingiram a temperatura ideal, ele passou a abrir vantagem sobre o brasileiro. Mansell acabou vencendo a prova,sua primeira conquista na F1. Senna terminou em 2º  e com o próprio Rosberg em 3º numa grande prova de recuperação e descontando a volta de atraso para o líder.

 

2 comentários em “F1: O dia que Ayrton Senna despertou a ira de Keke Rosberg

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *